Dizem que não se deve julgar um livro pela capa, mas esse eu comprei exatamente por esse motivo… Durante uma ida à livraria Cultura, vi o livro Cem Verões em uma das prateleiras e foi amor à primeira vista…

imageAdoro histórias ambientadas no passado, tenho verdadeiro fascínio por conhecer um pouco mais sobre épocas antigas. Então, essas moças com maiôs, penteados e maquiagens com ar “retrô” chamaram minha atenção.

Quando li a sinopse, achei meio Gossip Girl dos anos 30… aí pronto, tive certeza de que precisaria comprar. Comprei!

O engraçado é que comecei a ler, adorei a história mas por alguma razão (que não sei qual é), acabei deixando o livro de lado. Mas aí, agora no final do ano, retomei a leitura e devorei o livro em uns dois dias. Agora chega de contar a minha história com o livro e vamos à história do livro ;)

imageResenha:

A história começa em 1931, quando as melhores amigas da vida toda, Lily Dane e Budgie Byrne, estão indo assistir uma partida de futebol americano em que Graham Pedleton, namorado de Budgie, é uma das estrelas do time.

Apesar de serem muito amigas, Lily e Budgie são bem diferentes. Budgie é uma garota muito bonita, expansiva, um pouco exagerada, e que chama a atenção de todos. Já Lily, apesar de ser uma garota também muito bonita, é mais tímida e quieta. As duas são jovens universitárias e fazem parte da elite nova-iorquina. Suas famílias costumam passar os verões em um elegante condomínio em Seaview, Rhode Island.

Durante a partida de futebol, Lily nota um dos jogadores do time, Nick Greenwald, um jovem muito bonito. Por intermédio de Graham e Budgie, eles acabam se conhecendo e em pouco tempo se apaixonam perdidamente, mas por ele ser judeu, o romance não é bem visto pela sociedade da qual a Lily Dane faz parte.

O romance de Lily e Nick é bastante intenso, cheio de planos e muitas juras de amor e mesmo com a diferença entre as religiões, Lily está disposta a enfrentar tudo e todos para ficar com ele.

A história avança para 1938 em um outro verão. Lily, agora com sua graciosa irmãzinha de quase 6 anos Kiki, está com sua família em Seaview, Rhode Island e é surpreendida por uma notícia dada por sua tia Julie….Sua ex melhor amiga Budgie está vindo passar o verão em Seaview, na antiga casa de seus pais, e trará junto com ela seu marido, Nick Greenwald, o antigo amor de Lily Dane.

A amizade rompida bruscamente e o casamento de Budgie com o ex namorado de sua melhor amiga Lily escandalizaram a sociedade e agora, de volta a Seaview, a ardilosa Budgie (agora Greenwald), com seu jeito efusivo e sedutor, tenta impor sua presença, ser bem aceita e reconquistar a amizade de Lily Dane. Mas nessa história, nada é só o que parece e há muita coisa escondida por trás das aparências.

Meus Comentários:

A partir de então, cada capítulo do livro se passa em uma das épocas… Um capítulo reconta os fatídicos acontecimentos de 1931 e o próximo, mostra o que está acontecendo em 1938. Esse formato é muito interessante, porque a história vai sendo tecida na cabeça do leitor, que vai juntando os fatos aos poucos e se surpreendendo cada vez mais.

Muitos segredos, traições, decepções e, sobretudo, muitos sentimentos, marcam essa história emocionante e nada previsível. O livro é muito bem escrito e a trama é bem inteligente, não é óbvia e nem um pouco boba. É consistente e perfeita para quem adora romances bem construídos, com um pouco de drama e envolventes. Como bônus, fatos históricos da década de 30 deixam o livro com aquela sensação de história real… foi difícil me desapegar quando terminei a leitura.

imageimageAdorei o livro e já recomendei para minha mãe e para algumas amigas. Então, se você também gosta de um bom romance, vale a leitura!

Livro Cem Verões | Autora: Beatriz Williams | Editora: Rocco

Gostou da resenha? Me conta sua opinião nos comentários :)

Um beijo!

Izabella