No começo desse ano, prometi a mim mesma que leria dez livros, no mínimo. Sei que é uma meta bem baixa, mas ando tão relapsa com a leitura que se cumprir essa meta já vou ficar feliz :)

O livro do post de hoje é espírita e, apesar de não ser da religião, gosto muito de assuntos ligados à vidas passadas, evolução, missão de vida, etc.

Eternas Virtudes do Amor, do autor Roberto de Carvalho, foi inspirado pelo espírito Valentim (um pseudônimo) e ao que tudo indica, essa é a história que ele viveu em sua última encarnação.

dscn2743

A história:

Valentim nasceu em um lar financeiramente muito próspero, teve a oportunidade de desfrutar de muitos privilégios e foi conduzido ao caminho político, tornando-se prefeito da cidade interiorana onde nasceu. Por alguns mandatos teve a chance de fazer o bem coletivo, mas nessa caminhada também se deparou com algumas dificuldades. Desafetos de encarnações passadas, vícios morais, corrução, arrogância, preconceito…. Muitas provações que deram a ele a chance de aprender valores importantes como: perdão, amor verdadeiro, retidão, caridade, etc.

Suzana, seu amor de outras vidas, também aparece na história e o romance entre eles traz uma grande e profunda chance de aprendizado.

dscn2745Os capítulos são iniciados com um trecho do Livro dos Espíritos

dscn2746

O autor

dscn2747

Como falei, não sou espírita, na verdade, sou católica, mas gosto muito da temática. Esse foi o melhor livro espírita que já li, porque a história (principalmente o final) traz algumas revelações surpreendentes que te fazem pensar e repensar muitas coisas.

Gostei muito e recomendo a todos que gostam desse tipo de literatura.

Onde Comprei: Na Bienal do Livro SP (stand da Editora Boa Nova) | Preço: Cerca de R$ 20 e poucos (mas era promoção)

Informações: Autor: Roberto de Carvalho (inspirado pelo espírito Valentim), Editora: Boa Nova, Site: www.boanova.net

Um beijo!



Encontrada é o segundo livro da série Perdida, da autora Carina Rissi. Quem acompanha o blog, sabe que eu AMEI o primeiro livro (Perdida) e estava ansiosa para ler o segundo. Eu não sou aquele tipo de pessoa que torce a cara para continuações de livros, séries e filmes… Muito pelo contrário, quando gosto sempre quero ler/assistir mais!

Livro Encantada

Sinopse: Sofia está de volta ao século dezenove e finalmente vivendo sua grande história de amor com Ian Clarke. Com o casamento chegando, Sofia percebe que não será nada fácil se tornar a senhora Clarke que todos esperam. A chegada da ranzinza tia Cassandra deixa tudo ainda pior para a atrapalhada garota.

Para piorar tudo, Ian parece estar imerso em algum grave problema, mas se recusa a dividir com Sofia, que decide fazer todo o possível para ajudá-lo….mas é claro, ela se mete em mais confusão! A cereja do bolo: Sofia percebe que se tornou motivo de mexericos na vila e algumas pessoas parecem olhar para ela com uma curiosidade demasiada…

Mas algumas coisas muito legais acontecem, o creme de cabelos que Sofia costumava fazer (misturando algumas frutas) aparece com força total em Encontrada e será motivo de grandes transformações na vida da futura senhora Clarke.

Após muitas aventuras e encrencas, Sofia finalmente entende que ela é a única responsável por alcançar o seu tão sonhado felizes para sempre!

Coraçãozinho para Post 2

Minha Opinião: Por mim a Carina poderia escrever mais uns 10 livros sobre Sofia e Ian, amo os dois juntos e, sejamos sinceras, quem não queria um príncipe como o sr. Clarke na vida, né? Lindo, educado, romântico, apaixonado e totalmente cavalheiro.

Esse segundo livro é muito bom, a leitura flui e você devora as páginas rapidinho. Mas confesso que ás vezes a Sofia me dá nos nervos… se você, pessoa do século XXI, vai parar no século XIX…vai tentar fazer de tudo para parecer normal aos olhos das pessoas de lá, não é mesmo? Mas Sofia consegue ser MUITO sem noção de vez em quando haha, faz umas coisas que obviamente vão dar errado!

Mas o romance dos dois e a evolução da história prendem, encantam e te fazem ficar completamente apaixonada pelo livro.

Você já leu? Se ainda não, recomendo com certeza <3 <3

Um beijo,

Izabella



Dizem que não se deve julgar um livro pela capa, mas esse eu comprei exatamente por esse motivo… Durante uma ida à livraria Cultura, vi o livro Cem Verões em uma das prateleiras e foi amor à primeira vista…

imageAdoro histórias ambientadas no passado, tenho verdadeiro fascínio por conhecer um pouco mais sobre épocas antigas. Então, essas moças com maiôs, penteados e maquiagens com ar “retrô” chamaram minha atenção.

Quando li a sinopse, achei meio Gossip Girl dos anos 30… aí pronto, tive certeza de que precisaria comprar. Comprei!

O engraçado é que comecei a ler, adorei a história mas por alguma razão (que não sei qual é), acabei deixando o livro de lado. Mas aí, agora no final do ano, retomei a leitura e devorei o livro em uns dois dias. Agora chega de contar a minha história com o livro e vamos à história do livro ;)

imageResenha:

A história começa em 1931, quando as melhores amigas da vida toda, Lily Dane e Budgie Byrne, estão indo assistir uma partida de futebol americano em que Graham Pedleton, namorado de Budgie, é uma das estrelas do time.

Apesar de serem muito amigas, Lily e Budgie são bem diferentes. Budgie é uma garota muito bonita, expansiva, um pouco exagerada, e que chama a atenção de todos. Já Lily, apesar de ser uma garota também muito bonita, é mais tímida e quieta. As duas são jovens universitárias e fazem parte da elite nova-iorquina. Suas famílias costumam passar os verões em um elegante condomínio em Seaview, Rhode Island.

Durante a partida de futebol, Lily nota um dos jogadores do time, Nick Greenwald, um jovem muito bonito. Por intermédio de Graham e Budgie, eles acabam se conhecendo e em pouco tempo se apaixonam perdidamente, mas por ele ser judeu, o romance não é bem visto pela sociedade da qual a Lily Dane faz parte.

O romance de Lily e Nick é bastante intenso, cheio de planos e muitas juras de amor e mesmo com a diferença entre as religiões, Lily está disposta a enfrentar tudo e todos para ficar com ele.

A história avança para 1938 em um outro verão. Lily, agora com sua graciosa irmãzinha de quase 6 anos Kiki, está com sua família em Seaview, Rhode Island e é surpreendida por uma notícia dada por sua tia Julie….Sua ex melhor amiga Budgie está vindo passar o verão em Seaview, na antiga casa de seus pais, e trará junto com ela seu marido, Nick Greenwald, o antigo amor de Lily Dane.

A amizade rompida bruscamente e o casamento de Budgie com o ex namorado de sua melhor amiga Lily escandalizaram a sociedade e agora, de volta a Seaview, a ardilosa Budgie (agora Greenwald), com seu jeito efusivo e sedutor, tenta impor sua presença, ser bem aceita e reconquistar a amizade de Lily Dane. Mas nessa história, nada é só o que parece e há muita coisa escondida por trás das aparências.

Meus Comentários:

A partir de então, cada capítulo do livro se passa em uma das épocas… Um capítulo reconta os fatídicos acontecimentos de 1931 e o próximo, mostra o que está acontecendo em 1938. Esse formato é muito interessante, porque a história vai sendo tecida na cabeça do leitor, que vai juntando os fatos aos poucos e se surpreendendo cada vez mais.

Muitos segredos, traições, decepções e, sobretudo, muitos sentimentos, marcam essa história emocionante e nada previsível. O livro é muito bem escrito e a trama é bem inteligente, não é óbvia e nem um pouco boba. É consistente e perfeita para quem adora romances bem construídos, com um pouco de drama e envolventes. Como bônus, fatos históricos da década de 30 deixam o livro com aquela sensação de história real… foi difícil me desapegar quando terminei a leitura.

imageimageAdorei o livro e já recomendei para minha mãe e para algumas amigas. Então, se você também gosta de um bom romance, vale a leitura!

Livro Cem Verões | Autora: Beatriz Williams | Editora: Rocco

Gostou da resenha? Me conta sua opinião nos comentários :)

Um beijo!

Izabella



Olá, tudo bem com você?

Sou viciada em leitura porque realmente acredito que quando um livro tem uma história cativante, a gente acaba “viajando” através dele e, de repente, se vê apegada (o) aos personagens daquela trama como se eles fossem parte da nossa realidade (ou como se nós fôssemos parte da realidade deles rs).

Sou fascinada por vampiros e gosto bastante de livros sobre o tema, já li desde os clássicos da Anne Rice, até os mais românticos/melosos como os da saga Crepúsculo.

Mas dentre todos que li, alguns dos mais especiais foram, sem dúvida nenhuma, os do escritor brasileiro André Vianco. Esse autor escreve ficção de uma forma que prende o leitor, entretém  e encanta.

Hoje vou resenhar, prometo tomar cuidado para não dar spoilers importantes, o livro mais famoso dele: Os Sete.

Os Sete é o primeiro livro de uma saga que contém outros 4, que são eles na ordem: ‘Sétimo’, ‘O Turno da Noite – Os Filhos de Sétimo Vol.1′, ‘O Turno da Noite – Revelações Vol. 2′ e ‘O Turno da Noite – O Livro de Jó Vol.3′.

LivroOsSete AndréVianco

A História:

A história começa na cidade fictícia de Amarração no Rio Grande do Sul. Em um mergulho, alguns amigos encontram uma caravela portuguesa naufragada no fundo do mar, e dentro dela há uma grande caixa de prata. Eles ficam curiosos com aquela descoberta e por acharem que ela pode guardar tesouros, decidem pedir ajuda de uma amiga que trabalha no departamento de História da Universidade Federal de Porto Alegre.

A Universidade se interessa pelo incrível achado e mobiliza uma grande equipe para trazer a descoberta à superfície.

A partir daí começa a trama… A grande caixa de prata, que tem inscrições gravadas, esconde em seu interior 7 corpos em estado de decomposição que, pelas características da caravela e de suas roupas, demonstram ser oriundos de séculos atrás. Isso intriga os pesquisadores da Universidade porque, apesar de não estarem perfeitos, os corpos não estão desfeitos como corpos normais estariam.

Durante os estudos, os corpos começam a retornar à vida…

Os 7 corpos pertencem a vampiros portugueses (da região do Rio D’ouro) acusados de bruxaria, há 5 séculos atrás… Eles foram presos na caixa de prata e lançados ao mar.

Cada vampiro tem um poder especial, os nomes deles e seus respectivos poderes:

  • Inverno: O meu vampiro preferido entre todos eles! É o primeiro vampiro a acordar… Ele é arrogante, prepotente, convencido e também engraçado. Me lembra um pouco a personalidade do Damon Salvatore (The Vampire Diaries). Inverno tem o poder de fazer o clima esfriar muito e até nevar.
  • Gentil: É o mais “bondoso” e só se alimenta de sangue humano quando realmente sente fome. Tem o poder de fazer o tempo parar (uma vez a cada ciclo lunar).
  • Lobo: Tem a habilidade de se transformar em lobo.
  • Tempestade: É um dos mais engraçados. Seu poder é iniciar grandes tempestades.
  • Espelho: Tem o poder de assumir outras aparências.
  • Acordador: Tem o poder de acordar os mortos com sua voz, por isso sempre fala baixo.
  • Sétimo: É o pior de todos! O último a despertar… Há séculos atrás foi “oferecido” como escravo pelos outros vampiros ao inferno (credo!)durante 150 anos e em troca, eles ganharam os poderes que têm. Sétimo é muito poderoso e pode andar a luz do dia.

No decorrer da história, os vampiros começam a despertar e uma verdadeira guerra que envolve até o Exército brasileiro é iniciada.

Os conflitos são narrados com muitos detalhes. São cenas cheias de ação, capazes de prender sua atenção e te fazer querer descobrir o final ansiosamente.

Há momentos engraçados e curiosos, afinal, os vampiros ficaram adormecidos por 500 anos e acordaram em uma terra que não é a deles e em um mundo totalmente novo, cheio de tecnologias que eles desconhecem completamente.

O livro tem romance, mas não é esse o foco, a ação, os mistérios e o suspense ocupam a maior parte da história. Os detalhes históricos e as descrições sobre a região do D’ouro (Portugal) são muito interessantes.

Diferente da maioria dos livros de ficção, essa história se passa no Brasil, então fica mais fácil imaginar os cenários, entender as referências e até mesmo, vivenciar um pouco do que é contado.

Se você gosta de vampiros, vale a pena conhecer esse livro.

Espero que tenham gostado da resenha.

Bjs, até o próximo post

Izabella



Olá, tudo bem? ;)

Vou compartilhar com vocês 2 livros que estão na minha lista de próximas leituras. Não sei se bons, mas por alguma razão os comprei rs, então agora vou espantar a preguiça e colocar a leitura em dia.

Quando vou a um shopping só sinto que o passeio está completo quando visito alguma livraria, pode até ser que eu não vá comprar nada, mas preciso olhar os livros.

No início de Abril, passeando pelo shopping Bourbon, entrei na Cultura para olhar as novidades e depois de andar bastante lá dentro (a livraria Cultura desse shopping é bem completa), acabei me deparando com o livro Cem Verões em uma prateleira. A capa me chamou atenção. Sim, eu sei que não se deve julgar um livro pela capa, mas é impossível ignorar uma capa que nos transmita algo, não é mesmo?

A capa desse livro é uma ilustração com estilo vintage de 2 garotas na praia, os trajes são totalmente anos 30/40 e eu, que adoro histórias antigas, peguei o livro para olhar imediatamente.

 

Livro Cem Verões

O livro conta a história de duas melhores amigas: Lily Dane e Budgie Byrne. A história começa em 1931 quando elas estão em um luxuoso carro indo para uma partida de futebol, onde Budgie encontrará seu namorado Graham (jogador do time). O cenário é o verão nova-iorquino e as meninas e seus outros amigos, todos ricos, estão aproveitando o calor em Seaview, Rhode Island. Então, Lily conhece Nick, alguém com quem ela não deveria se envolver. A partir de então, as coisas começam a mudar. Budgie e Lily se reencontram 7 anos depois do fatídico verão em que a amizade delas terminou bruscamente. O livro fala de amizade, segredos, tradições familiares, etc.

Me pareceu um Gossip Girl da década de 30 e confesso que isso me interessou. Ainda não li o livro e então não sei se o resumo é fiel à história.

Próximo livro….

O segundo livro tenho há mais tempo, comprei em 2013. Estava passeando em uma livraria Nobel e esse livro estava em destaque. O título, “A Vidente”, chamou minha atenção. A capa, com uma foto que remete a 1700/1800 e com uma fita azul linda fechando o livro, também me atraiu. Era possível notar de cara qual o assunto do livro: romance.

image

O resumo diz que o livro conta a história de uma jovem vidente chamada Chloe Wherlocke, na Inglaterra de 1785, parte de uma família em que todos nascem com um dom sobrenatural. A trama começa quando ela prevê a morte de uma mulher que havia acabado de ter um bebê e também prevê uma trama para atender interesses escusos. Ao encontrar a criança abandonada ao lado do corpo, ela salva o bebê e o cria escondido. Com o passar do tempo, Chloe percebe que o encontro com a criança não foi por acaso e descobre coisas que envolvem todos os membros de sua família. Vê-se, então, em um jogo de traições, mentiras e assassinatos. Ela precisa ser rápida para salvar a vida do conde Julian Kenwood, o pai do bebê que ela salvou da morte, e avisá-lo que seu filho está vivo. Ao se aproximar dos Kenwood, a vidente percebe que seu sentimento por Julian cresce, assim como os riscos que ela corre.

Assim como o primeiro livro, também não sei se o resumo faz jus à obra. Vou ler e depois conto :)

Livro Cem Verões e

E vocês, também costumam comprar livros e deixá-los parados rs?

Até o próximo post! Bjs

Izabella